Home > Notícias
07/08/2021

Morre a colunista Patrícia

Tradicional frequentadora da Couromoda - desde sua primeira edição - e figura muito querida no setor calçadista, a colunista Patrícia faleceu na madrugada deste sábado, dia 07 de agosto. Seu nome na certidão de nascimento era Sonia Menezes Pizzo, mas todos a conheciam por Patrícia, personagem que mercou história como colunista social. Aos 90 anos, dos quais 60 dedicados à comunicção, Patrícia  estava internada no Hospital Regional de Franca desde quinta-feira, quando passou mal.

O velório será hoje, das 13 às 15h15, na Catedral, em seguida será realizado um cortejo pela praça, com o acompanhamento do Corpo de Bombeiros, como última homenagem para Patrícia. O sepultamento será no Cemitério da Saudade, no final da tarde.

Há quase um ano, Patrícia sofreu um AVC, foi internada e ficou inconsciente. Desde então, passou a ser tratada no Residencial Vitativa e, ao longo de todo o período, manteve-se inconsciente.

Nas redes sociais, sua neta, Camila Pizzo, demonstrou toda a emoção desse momento. “Minha mestra, meu amor, minha vozinha…Já e está nos braços de Nossa Senhora Aparecidinha e com seus amados filhos, Ameriquinho e Maurinho. Gratidão por tudo, vó Sônia/Patrícia”. Camila segue os passos da avó e atua também com muito talento na comunicação.

Em uma publicação nas redes sociais, o prefeito de Franca, Alexandre Ferreira (MDB), postou uma foto ao lado de Patrícia e prestou uma homenagem à colunista. A Câmara Municipal de Franca também emitiu uma nota de pesar pelo falecimento da colunista social.

"A Patrícia teve uma vida plena, com muita energia, sempre alegre e participativa. Vai ficar na história de Franca e do nosso setor. Foi muito bom ter convivido com ela desde os anos 70. Foi um privilégio  ter tido  a amizade dela", enfatiza Francisco Santos, fundador e presidente da Couromoda.

"Com sua simpatia , auto-confiança , dinamismo e gentileza , Patrícia construiu sua trajetória de vida conquistando continuamente admiradores e amigos. Quando surgia em um ambiente, conseguia monopolizar a atenção de todos, pois nasceu para ser protagonista. Com ela se vai um pouco da nossa alegria em olhar para a vida e só ver o lado colorido e positivo. Segue em paz, querida amiga, pois você continuará sempre em nossos corações", complementa Waleska Santos, presidente da Hospitalar e dirigente do Grupo Couromoda.